AVALIAÇÃO DA GERMINAÇÃO EM SEMENTES DE Schizolobium amazonicum Huber ex. Ducke TRATADAS COM EXTRATO ETANÓLICO DE Uncaria tomentosa (Willd.)

  • Lucas Diego Ferreira Miranda FARO
  • Rosélia Santiago Chaves FARO
  • Fábio Renato Oliveira Marques FARO

Resumo

Relações ecológicas são interações que ocorrem entre o indivíduo com outros seres no seu entorno e entre ele e o ambiente circundante. Dentre estas relações descritas por diversos estudiosos, há aquelas que são caracterizadas pela síntese de substâncias químicas que quando inseridas no meio poderá inibir ou fomentar o desenvolvimento de espécies próximas que estejam competindo pelos mesmos recursos, esta interação é denominada por alelopatia. Para condução do experimento foram selecionadas 100 sementes de Schizolobium amazonicum Huber ex. Ducke. As mesmas foram lavadas em água destilada corrente e escarificadas mecanicamente com auxílio de tesoura de poda. O experimento foi submetido ao método estatístico Delineamento Inteiramente Casualizado – DIC, onde foram feitos 5 tratamentos apresentando 5 repetições com 4 sementes em cada parcela. Este trabalho teve por objetivo avaliar a emergência de plântulas de Schizolobium amazonicum Huber ex. Ducke em resposta aos tratamentos com extrato etanólico de Momordica charantia (L.) em diferentes concentrações. Aos 7 dias mais de 80% das sementes apresentavam emersão de primórdios radiculares em todos os tratamentos e o Indíce de Velocidade de Germinação (IVG) acima de 1,89 em média. Houve mortalidade média de 10% das sementes em cada tratamento nos primeiros 7 dias aumentando para 35% ao final do experimento, salientando que as parcelas tratadas com extrato a 100% apresentaram os maiores valores de mortalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, 35, n. n. 6, 2011. 1039-1042.

PIRES, N. D. M.; OLIVEIRA, V. R. Alelopatia. In: OLIVEIRA JR., R. S.; CONSTANTIN, J.; INQUE, M. H. Biologia e Manejo de Plantas Daninhas. Curitiba: [s.n.], 2011. Cap. 5, p. 95-116.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. Tradução de Armando Molina Divan JUNIOR et al. 5ª. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013. 918 p.

VALENTE, L. M. M. et al. Desenvolvimento e aplicação de metodologia pro cromatografia em camada delgada para determinação do perfil de alcaloídes oxindólicos pentacíclicos nas espécies sul-americanas do gênero Uncaria. Revista Brasileira de Farmacologia, Rio de janeiro, 2, n. 16, Abril-junho 2006a. 216-223. Artigo em periódico.

VALENTE, L. M. M. Unha-de-gato [Uncaria tomentosa (Willd.) DC. e Uncaria guianensis (Aubl.) Gmel.]: Um panorama sobre seus aspectos mais relevantes. Revista Fitos, Rio de janeiro, v. 2, n. n. 01, p. 48-58, junho-setembro 2006b.

ZIMMERMANN, F. J. P. Estatística aplicada à pesquisa agrícola. 2ª. ed. Brasília: Embrapa, 2014. 582 p.

Publicado
21-03-2019
Como Citar
Ferreira Miranda, L. D., Chaves, R. S., & Oliveira Marques, F. R. (2019). AVALIAÇÃO DA GERMINAÇÃO EM SEMENTES DE Schizolobium amazonicum Huber ex. Ducke TRATADAS COM EXTRATO ETANÓLICO DE Uncaria tomentosa (Willd.). Revista FAROCIENCIA (ISSN 2359-1846), 5(1). https://doi.org/10.36703/farociencia.v5i1.302
Seção
4º ENCONTRO DE CIENCIA E TECNOLOGIA