PRODUÇÃO ORGÂNICA: PERCEPÇÃO DOS CONSUMIDORES RESPEITO DESTE TIPO DE PRODUTO NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO – RO

  • Luiza Karine Flores Ordónez FARO
  • Letícia Nunes Nascimento Martins FARO

Resumo

A agricultura é uma das práticas mais antigas realizadas na história da humanidade. Porém, os usos de insumos químicos nos solos para produção de verduras estão sendo cada vez mais destacados por prejudicar a saúde das pessoas que as consomem. Como alternativa para substituição desses produtos que possuem algum teor de tóxicos, cresce então a demanda por produtos orgânicos, gerando bens e serviços que são constituídos por diversos processos. Sendo assim, essa pesquisa buscou descrever o funcionamento da cadeia de suprimentos da produção orgânica de verduras no município de Porto Velho/RO. A metodologia utilizada nesta pesquisa foi de abordagem qualitativa, de natureza aplicada, de caráter descritiva e procedimentos de estudo de campo. Foi aplicado questionário voltado aos procedimentos de produção orgânica ao produtor e obteve-se como resultado que os clientes conhecem as características dos produtos orgânicos e o quão benéfico são, apesar disso há uma dificuldade para adquirir os mesmos, por falta de abastecimento no meio comercial em geral e o por não ter um valor mais acessível. Destacando a questão da deficiência de apoio aos produtores de produtos orgânicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BATALHA, Mário Otávio; Gestão agroindustrial: GEPAI: Grupo de estudos e pesquisas agroindustriais. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

BUAINAIN, Antônio Márcio; BATALHA, Mário Otávio; Cadeia produtiva de produtos orgânicos. Brasília: IICA: MAPA/SPA, 2007.

BUAINAIN, Antônio Márcio; BATALHA, Mário Otávio; Tabela II. Mundo: área sob manejo da agricultura orgânica, principais blocos comerciais (mil hectares), Fonte: Autores, adaptado de Fonseca (2005). Nota: Os totais correspondem a determinado número de países/ano, a saber: 1999 – 62 países; 2000 – 71 países; 2001 – 82 países; 2002 – 98 países e 2003 – 108 países. Cadeia produtiva de produtos orgânicos. Brasília: IICA: MAPA/SPA, 2007.

BUAINAIN, Antônio Márcio; BATALHA, Mário Otávio; Tabela I – Mundo: área e unidades certificadas – produtos agropecuários orgânicos, Fonte: Willer e Yussefi (2004 e 2005). Cadeia produtiva de produtos orgânicos. Brasília: IICA: MAPA/SPA, 2007.

BUAINAIN, Antônio Márcio; BATALHA, Mário Otávio; Gráfico I - Mundo: área sob manejo da agricultura orgânica em 2004 (Percentagem), Fonte: Willer e Yussefi (2005). Cadeia produtiva de produtos orgânicos. Brasília: IICA: MAPA/SPA, 2007.

CERVEIRA, CASTRO. Questionário.

CHOPRA, Sunil; Quadro II – Categorias do alinhamento estratégico. Fonte: Elaborado a partir de Chopra, Meindl (2016). Gestão da cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operação. 6. ed. Rev. São Paulo: Education do Brasil, 2016.

CHOPRA, Sunil; Gestão da cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operação. 6. ed. Rev. São Paulo: Education do Brasil, 2016.

CHOPRA, Sunil; Gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

CHOPRA, Sunil; Gestão de cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operações. 4.ed. Rev. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011.

Figura II – Estrutura do Produtor de Verduras Pesquisado, Dados da Pesquisa (2017), localização da plantação do produtor de verduras orgânicas do município de Porto Velho – RO.

GIL, Antonio Carlos; Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1º de julho de 2017.

KUSTER, Angela et al; Agroecologia e certificação participativa. 9. ed. Disponível em www.agroecologia.inf.br

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia cientifica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

MARTINS, Petrônio Garcia; LAUGENI, Fernando Piero. Administração da Produção. 2. ed. Rev. São Paulo: Saraiva, 2005.

MUNIZ, Jorge et al. Administração de Produção. Curitiba: IESDE Brasil, 2012.

ORMOND, José Geraldo Pacheco, et al; Agricultura orgânica: quando o passado é futuro. Rio de Janeiro: BNDES Setorial, 2002.

PIMENTA, Márcio Lopes; Fonte: Kledal (2005, p.210). Figura I. A cadeia de suprimentos de hortaliças orgânicas na Dinamarca. Comportamento do consumidor de alimentos orgânicos na cidade de Uberlândia: Um estudo com base na cadeia de meios e fins. Uberlândia, 2008.

PIMENTA, Márcio Lopes; Comportamento do consumidor de alimentos orgânicos na cidade de Uberlândia: Um estudo com base na cadeia de meios e fins. Uberlândia, 2008.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de; Metodologia do trabalho cientifico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

Quadro III – Questões norteadoras da pesquisa. Fonte: Elaborado pelas autoras (2017).

RIVERA, Jairo Restrepo. Manual de agricultura orgânica. Santa Catarina, 2014.

SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart; JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 3. ed. Rev. São Paulo: Atlas, 2009.

SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart; JOHNSTON, Robert. Fonte: Elaborado a partir de Slack, Chambers, Johnston (2009). Quadro I – Funções centrais e de apoio da função produção. Administração da Produção. 3. ed. Rev. São Paulo: Atlas, 2009.

Publicado
21-03-2019
Como Citar
Ordónez, L. K. F., & Martins, L. N. N. (2019). PRODUÇÃO ORGÂNICA: PERCEPÇÃO DOS CONSUMIDORES RESPEITO DESTE TIPO DE PRODUTO NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO – RO. Revista FAROCIENCIA (ISSN 2359-1846), 5(1). https://doi.org/10.36703/farociencia.v5i1.278
Seção
4º ENCONTRO DE CIENCIA E TECNOLOGIA