CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DAS TÉCNICAS DA ENGENHARIA NA CONSTRUÇÃO DE PONTES

  • ARIEL DA SILVA BELARMINO
  • CARLOS EDUARDO LEITE RODRIGUES
  • CLAUZERINO FERREIRA MAFORTE JÚNIOR
  • GABRIEL VIANA XAVIER
  • MARCELO LOPES DE CARVALHO
  • YURI RENAN PROCOPIO DOS SANTOS PINTO ZOLET
  • PAULA FERNANDA PIO MACÊDO BENARROSH

Resumo

Este trabalho apresenta um levantamento bibliográfico e histórico sobre as técnicas construtivas utilizadas ao longo do tempo na construção de pontes, estas que tinham grande importância que variavam desde estratégia de guerra até o fortalecimento do comercio pois devido as pontes foi possível acessar lugares e estabelecer novas relações comercias com vilas vizinhas. Com o passar do tempo novas técnicas foram descobertas que diminuíram o tempo de construção e aumentaram a resistência, novos matérias foram empregados como pedra e ferro, com a expansão das construções de ponte ocorreu que o conhecimento da arte de construir pontes era quase que detido exclusivamente pela igreja. Quanto mais o tempo passava novos materiais eram empregados, até que chegou ao ponto em que o ferro e o aço entraram como uns dos materiais principais juntamente com o concreto na hora de construir ponte. Assim foram desenvolvidas técnicas de construção em arco, esta nova forma, permitiu uma construção mais leve, mais barata e mais eficiente.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRAGA, T.M.G. Cronologia do Uso dos Metais. Portal Metálica: Construção Civil. São Paulo, 2009. Disponível em: <http://www.metalica.com.br/pg_dinamica/bin/pg_d inamica.php?id_pag=886>. Acesso em 15 jun. 2016.

COSTA C.M.R. Comportamento Estrutural de Pontes em Arco de Alvenaria de Pedra. Porto, 2009.

JESUS, J.J.C. Caraterização Geométrico-Estrutural de Pontes em Arco de Alvenaria na Região de Bragança. São Paulo: Instituto Politécnico de Bragança, 2013.

KRIPKA, M.; PÉREZ, C.A.S.; MEDEIROS, G. F.Uma ponte para o futuro: competição de pontes de espaguete como uma experiência didática nas escolas de Ensino Médio. Recife: XIII CIAEM-IACME, 2011.

LAZZARI, P.M. Estudo de Projeto Estrutural de Ponte Rodoviária em Arco Inferior em Concreto Armado no Município de Saudades/SC. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

LIMA, F.A.A. A ideia de cidade no renascimento. FAU-USP.Tese de Doutorado – História e Fundamentos da Arquitetura e do Urbanismo. SÃO PAULO, 2012.

MARCHETTI O. Pontes de Concreto Armado. São Paulo: Editora Blucher, 2008.

PFEIL, W.C.; PFEIL, M. S. Estruturas de Aço dimensionamento prático. 8. ed. Rio de janeiro: p.627, outubro de 2008.

REVISTA Brasil Construção. 2. ed.. Rio Grande do Sul, 2014.

RYALL, M.J.; PARKE, G.A.R.; HARDING, J.E. The manual of bridge engineering. Institutionof Civil Engineers. 2. ed. London: Thomas TelfordLtd.,2008.

SANTOS, P.; MORAIS, M.; VARUM, H. Proposta de um método construtivo de pontes de alvenaria em arco. 1º Congresso de Segurança e Conservação de Pontes ASCP. Lisboa, 2009.

VERSCHLEISSER, R. Aplicação de Estruturas de Bambu no Design de Objetos como construir objetos leves, resistentes, ecológicos e de baixo custo. Tese de Doutorado. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-RIO. Rio de Janeiro, 2008.

Disponível em:

<https://en.wikipedia.org/w/index.php?title=The_Iron_Bridge&oldid=721348090.>. Acesso em: 10 mai. 2016.

Publicado
02-06-2017
Como Citar
BELARMINO, A. D. S., RODRIGUES, C. E. L., MAFORTE JÚNIOR, C. F., XAVIER, G. V., CARVALHO, M. L. D., ZOLET, Y. R. P. D. S. P., & BENARROSH, P. F. P. M. (2017). CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DAS TÉCNICAS DA ENGENHARIA NA CONSTRUÇÃO DE PONTES. Revista FAROCIENCIA (ISSN 2359-1846), 4(1). https://doi.org/10.36703/farociencia.v4i1.163
Seção
Anais do III Encontro de Ciência e Tecnologia